Briefing

Em uma lista de e-mails
A: – Acabei de ouvir um “mas aí se você já puder ir adiantando pra eles qual é o JOB”. Isso dói gente. Dói! (sent 14:25)
B: – JOB, odeio essa palavra. (sent 14:26)
C: – Hahahahahaha… Job, atachar e tirar um print pra mim é o fim da picada… (sent 14:28)
B: – E briefing? Qual é o português de briefing? (sent 14:35)
C: – Essa não existe mesmo… fuen… 😦 (sent 14:36)
B: – Quero parar de falar briefing, é um saco! (sent 14:37)
D: – Não vejo problema em briefing, mas penso em eutanásia quando falam em briefar alguém… (sent 14:46)
B: – Sério?! Pq? (sent 14:47)
D: – Pq não vejo problema ou pq eutanásia? (sent 14:52)
B: – Pq eutanásia, rs. (sent 14:56)
D: – Pq eu acho o verbo inventado horroroso… (sent 15:05)
B: – Mas pq eles usam brifar pra dizer que vão matar uma pessoa, gente?! (sent 15:07)
C: – Gente, que conversa de doido é essa? Cês tão cheirando pincel atômico? (sent 15:08)
B: – Não ia dizer nada, mas agora que vc mencionou.. hahaha. (sent 15:14)
E: – A curva que a conversa fez em direção ao surrealismo uns 7 emails atrás tá óoooootima, na minha opinião… continuem, por favor. (sent 15:16)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s